top of page
  • Foto do escritorBe Value

TENDÊNCIAS EM GESTAO DE HOSPITAIS E CLÍNICAS

As tendências na área da saúde nada mais são do que um reflexo da sociedade, então, antes de falar das tendências, vou primeiro destacar alguns pontos deste cenário que impactam na saúde:


Um fato já bem conhecido é que o envelhecimento populacional e aumento das doenças crônicas estão fazendo com que as pessoas tenham mais preocupação com prevenção da saúde e bem-estar. Além disso, há um outra questão importante a ser avaliada: as pessoas estão mais informadas, mais autônomas e mais exigentes e, portanto, procuram serviços melhores, ágeis, que entregam mais valor, melhor experiência. O cenário de Fusões e aquisições na área da saúde, também é um fator que eleva o nível de competitividade das instituições e faz com que todo o setor busque melhores resultados.

Em resumo temos um cenário de pessoas mais exigentes, buscando mais saúde e o s serviços estão se ajustando a esta demanda.


Baseado neste cenário, vou pontuar 4 fortes tendências na área da saúde, que na verdade já estão acontecendo mas tendem a ganhar mais força:


TENDÊNCIA NÚMERO 1- Transformação digital


A transformação digital é um caminho sem volta.

Atualmente, o Brasil conta com mais de 540 healthtechs, como são chamadas as startups voltadas para a saúde. Há 3 anos atrás eram 248 empresas da área, ou seja, houve um aumento de mais de 2 vezes neste período . Existem vários nichos que as startups estão trabalhando, mas a maior concentração é na área de gestão e soluções de acesso a informação (estas somam 42% do total).


Bom, vou citar alguns exemplos de tecnologias na área da saúde que já vem sendo utilizadas e a tendência é que se desenvolvam e sejam amplamente utilizadas :


1. IOT -Internet Of Things (que nada mais é do que conexão de objetos com a internet)- vem sendo muito utilizada para monitoramento remoto de pacientes, como exemplo clássico temos os smartwatches que medem a frequência cardíaca.

2. Atendimento remoto. A pandemia acelerou a regularização e utilização deste meio para realização de consultas. A tendência é que seja cada vez mais utilizada e associada a dispositivos de monitoramento remoto que mencionamos, para que o médico tenha acesso a alguns parâmetro de saúde do paciente.

3. Ciencia de dados, analytics, big data e inteligência artificial irão auxiliar a organização e análise de dados para utilização de informações que importam para prevenção de doenças e melhoria dos serviços

4. Inovações relacionadas a automação e digitalização dos processos de gestão devem também se desenvolver com mais força nos próximos anos.



Quero lembrar também que grandes nomes da tecnologia como apple, amazon, também estão com projetos na saúde em virtude das grandes oportunidades do setor.


Além da transformação digital, temos mudanças que já estão acontecendo e tendem a crescer por conta do aumento do nível de exigência dos clientes/ pacientes.


TENDÊNCIA NÚMERO 2- Foco na experiência do paciente


Em todos os setores da economia, os clientes estão buscando uma boa experiência na compra de um produto ou serviço. Pesquisas mostram inclusive, que os consumidores estão mais dispostos a pagar um valor maior para ter uma experiência mais agradável.


No setor da saúde não é diferente. Os pacientes estão mais informados, querendo participar mais das decisões e preferindo um cuidado personalizado, centrado nas suas necessidades.


Além da tendência digital, temos também uma tendência a humanização e foco nas necessidades do paciente. Uma coisa não exclui a outra.


TENDÊNCIA NÚMERO 3- Saúde baseada em valor


O modelo desenvolvido por professores da Harvard Business School, veio para ficar na área da saúde. Ele aborda como os serviços devem se organizar para oferecer valor ao paciente, os resultados que realmente importam ao menor custo.Este modelo vai ao encontro do que os pacientes mais exigentes precisam, mais valor, mais resultado, objetividade e agilidade.



TENDÊNCIA NÚMERO 4- Profissionalização da gestão


A gestão de hospitais e clínicas vem passando na última década por um processo intenso de profissionalização. Esta questão deixou de ser um diferencial para ser uma questão de sobrevivência.


As mudanças vêm em alta velocidade e há necessidade de adaptação rápida pelos serviços de saúde. O período de pandemia trouxe foco ao setor de saúde, incentivando ainda mais as mudanças para resolver os problemas existentes no setor.


É importante lembrar que o aumento no nível de exigência dos pacientes, aumenta o nível de exigência dos profissionais de gestão. Hoje não basta um conhecimento superficial de gestão, o gestor deve entender também de temas novos e complexos como experiência do paciente e estratégia voltada para gerar valor em saúde.


Pensando em todas estas tendências, é importante que gestores de hospitais e clínicas se preparem para os novos modelos de gestão e fiquem atentos às inovações do seu setor de atuação.


Para ter acesso a mais conteúdo sobre gestão e valor em saúde, siga a Be Value nas redes sociais:



176 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page